15 de out de 2008

A ELEIÇÃO

No capitalismo a concorrência engendra um duro enfrentamento entre as diferentes facções burguesas. A democracia burguesa permite que esses enfrentamentos sejam resolvidos no campo político e não através de guerras civis. Estas ficariam reservadas à luta contra ao proletariado. Na última eleição (1º turno)a prova inconteste do poder económico em reproduzir suas vontades com a votação de Gilberto Cassab e porque não dizer também Marta Suplicy (já que o PT traiu o grande sonho do povo e hoje é financiado pelos grandes grupos financeiros). A sociedade burguesa é marcada pela luta de classes e por isto faz emergir uma instituição que busca reproduzir as relações de produção dominantes – capitalistas – e isto significa reproduzir a própria luta de classes entre burguesia e proletariado. Isto parece contraditório mas não é, pois reproduzir as lutas de classes significa reproduzir as classes sociais existentes e suas relações e é de interesse da classe dominante realizar esta reprodução. Em outras palavras, reproduzir a sociedade capitalista significa reproduzir a luta de classes e vice-versa e realizar a reprodução da sociedade existente é do interesse da classe dominante. A classe capitalista busca reproduzir as relações de produção capitalistas e para isso utiliza as instituições burguesas, onde se destaca o estado capitalista e a democracia burguesa. Pasmen é dificil ver pessoas sem nenhuma identificação com o processo popular recebendo expressiva votação para cargos legislativo alguns usando siglas partidárias históricas. (Estreantes na Câmara Municipal de São Paulo, Gabriel Chalita (PSDB) e Netinho de Paula (PC do B) admitem a possibilidade de abrirem mão do mandato de vereador em função de outros objetivos políticos. Enquanto o apresentador de TV já pensa em se candidatar ao Senado em 2010, o ?ex-secretário de Educação? de Geraldo Alckmin não descarta trabalhar no próximo Executivo paulistano, caso haja convite. "Não digo que recusaria [um convite], a não ser que o partido resolvesse ocupar, se fosse um pedido partidário. Mas preferiria ficar na Câmara", disse à Folha. Líder com 102.048 votos, Chalita teve a candidatura formalizada na última hora. "Não seria candidato. Só fui por insistência do Alckmin", disse. Netinho de Paula, terceiro colocado com 84.406 votos, acha que "vereador não tem muita força para fazer" e, por isso, mira nas eleições em 2010. "Para as pretensões que tenho, que é de Senado, vou ter que fazer o máximo agora). Na sua origem, o voto foi uma prerrogativa dos “cidadãos” que possuíam propriedades e comprovavam uma determinada renda. Aos poucos, a burguesia foi obrigada a ceder o sufrágio universal, pressionada por grandes mobilizações, na Inglaterra no final do século XIX, e no Brasil, somente na década de 30. Seria um erro, entretanto, não reconhecer que a burguesia só estendeu o voto ao proletariado quando já tinha instrumentos políticos para controlá-lo. Em pleno século XXI os grandes exploradores apenas refazem e recriam as suas formas de manutenção no poder para manter o status quo,enquanto a miséria do povo só aumenta o "NOVO ESTADO" doa trilhões de dólares aos banqueiro irresponsáveis do mundo inteiro. João Filho. Pós Graduando em metodologia do ensino de filosofia e sociologia (FTC EAD)e professor da rede estadual de São Paulo(Escola Estadual Etelvina de Goes Marcucci).

Nenhum comentário:

FAÇA SUA PESQUISA