24 de jul de 2008

A inflação

A inflação muitas vezes é ilustrada pela imprensa como um dragão que “queimaria” o dinheiro com suas labaredas. O objetivo é reforçar a idéia de que a inflação representaria uma perda para toda a sociedade. O dinheiro das pessoas simplesmente evaporaria pelo aumento excessivo dos preços. Mas o aumento dos preços não é um fenômeno natural. É uma forma de os capitalistas ficarem com partes cada vez maiores dos salários. Não é à toa que empresas, bancos, investidores e latifundiários vêm tendo lucros recordes enquanto a renda dos trabalhadores diminui. Como uma hiperinflação pode bagunçar a economia de qualquer país, o imperialismo e seus organismos agem para controlá-la. Mas, em vez de congelarem os preços dos produtos, acham melhor congelar os salários. O Banco da Espanha, por exemplo, recomendou publicamente o congelamento salarial, apesar de o poder aquisitivo no país estar baixando desde 1995. Já o FMI sugeriu o “controle no aumento dos salários” na América Latina. No Brasil, o governo Lula aumentou os juros com a intenção de desacelerar a economia. A política é arrochar ainda mais os salários, conter o consumo e controlar a inflação É claro, mantendo os lucros da burguesia.

Um comentário:

Kah disse...

Vamos voltar para tempos antigos, e trocar o serviço por serviço?


Trabalhador, trocando seu trabalho diretamente com trabalhadores.